Meu Dia das Mães

E esse já é o terceiro dia das mães… a cada ano que passa João consegue me surpreender…

Esse ano recebi um cartão com um tubarão desenhado… sim, um tubarão… vc deve estar se perguntando o porque… um dia meu marido falou para o João que eu havia feito mergulho com tubarões e que eu tinha gostado muito… E ele se lembrou disso quando lhe pediram para desenhar algo que a mamãe gostaria de ver… Difícil conter as lágrimas ao saber que meu filho tem tanta atenção ao que eu gosto… E vamos combinar, foi um cartão único! Quem mais, além dele, com sua inocência se lembraria de um detalhe assim… e mais, quem desenharia um tubarão sem pudor algum? 

E são nessas coisas que eu enxergo a maternidade. 

Eu já tinha um conceito de mãe um pouco diferente da maioria das pessoas, já que sou filha de pais separados e fui criada, inicialmente, pelo meu pai e minha avó e depois pelo pai e minha madrasta.

Pra mim maternidade sempre teve muito pouco a ver com gestação, mas depois que o João nasceu isso ficou ainda mais forte.

12705763_10209197381156752_6122073676476708042_n

Claro que gerar um filho tem seu valor. É um momento único, mágico, especial. Mas fica tão pequeno perto de tudo o que significa criar uma criança. Criar no sentido mais amplo da palavra: alimentar, cuidar, dar atenção, educar, estimular, assistir, ensinar, amar.  

Graças a Deus tive boas mães. Mulheres que não me pariram fisicamente, mas que geraram o ser que sou hoje. Me ensinaram muito do que sei, moldaram meu caráter, me ensinaram valores. Mulheres que me apararam quando eu precisei de amparo. Me amaram quando eu precisei de amor… 

E o que é a maternidade senão muito amor? Amamos quando brincamos, amamos quando alimentamos, amamos (talvez ainda mais) quando corrigimos, disciplinamos. E como dói para quem ama disciplinar um filho… mas amar também é ajudar a corrigir a rota.

Deixo aqui meu feliz Dia das Mães a todas as mães, sejam elas “de barriga” ou “de coração”. Feliz Dia das Mães àquelas que, de alguma forma, investiram seu tempo para “gerar” seres humanos melhores. 

Que Deus possa continuar nos dando sabedoria, porque amor temos de sobra por essas criaturinhas!!

 

Essa postagem faz parte de mais uma blogagem coletiva do MPB – Mães e Pais Blogueiros. Sei que vcs vão se emocionar com cada post! 

Para ver mais histórias sobre o dia das mães, acesse os blogs participantes:

Espaço das Mamães

As Passeadeiras

Mamãe Antenada

Vamos Mamães

Mamãe do Pedro Augusto

Pai Tem Que Fazer De Tudo

Pai de Cinco

Mamãe Sacchi

Maternidade Sem Frescura

Da Fertilidade a Maternidade

Minha Mãe Não É Daqui

Manual De Uma Mãe

Mãe Robo

Mãe de Guri e Guria

Recém Mãe 

Mundo da Mãe

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5 thoughts on “Meu Dia das Mães”

  1. Pingback: Parabéns Mamães!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *